top of page

O que colocar no lugar da grama?

Não tem tempo para manutenção com grama ou simplesmente não deseja tê-la? Vamos listar algumas alternativas para substituir ou reduzir sua utilização.


Brita

brita

Talvez uma das opções mais utilizadas, a brita é uma opção rápida e relativamente barata. Outra vantagem é que ela tem uma boa capacidade de drenagem da água.

Um dos pontos negativos dela é o constante aparecimento de matos entre as pedras ou em cantos junto as paredes. Um modo de evitar essa situação é utilizando a rafia de solo, que é uma espécie de lona que tem capacidade de drenagem. Você deverá colocá-la por todo o local, já previamente limpo e sem matos, e após aplicar a brita por cima dela.


Grama sintética

grama sintética

Ela é uma opção interessante caso você queira manter o aspecto mais natural no seu jardim e mesmo assim ter pouca manutenção.

Os pontos negativos da grama sintética são o preço e a mão de obra para a instalação. O preço pode variar em cada fornecedor e para o modelo escolhido, já que há diversas alturas de grama. Já a mão de obra é relativamente grande comparada com as outras opções desta lista.

A grama sintética necessita de uma preparação do local antes de aplicá-la, o recomendado é instalar sobre piso de concreto ou outro material rígido. Nesse caso terá a despesa de construção desse piso, da cola para aplicar na grama, e claro, o próprio custo da grama sintética.

Há também a possibilidade de instalar diretamente no chão, mas o preparo do terreno também é necessário, nivelá-lo e espalhar pó de brita são as principais ações a se fazerem para receber a grama. Nesse tipo de instalação também será necessária a cola para unir as emendas das gramas, além de grampos para fixar a grama no chão.


Deck

deck em jardim

O deck traz uma sensação de requinte e orna muito bem com as plantas no jardim. Pode ser aplicado sobre todo o espaço, combinado com pedras ou até pequenos espaços de grama.

Você encontrará em basicamente dois materiais: madeira e plástico. A madeira geralmente trará um aspecto mais luxuoso, mas ela cobra seu preço com o custo de aquisição e principalmente na mão de obra para instalação, além das manutenções periódicas. Já os feitos de plástico, normalmente são modulares e mais fáceis de instalar, apesar de terem aspecto mais artificial.

Em nosso Deck buscamos mesclar um pouco dessas duas opções, mantendo a praticidade de um deck modular de plástico, mas com aspecto rústico e natural da madeira. Você pode conhecer mais sobre ele aqui:


Pisograma

pisograma instalado

O pisograma é feito de concreto e é interessante para quem busca manter o verde da grama ou precisa de um terreno com mais área útil, como estacionar ou movimentar um carro, por exemplo.

Na jardinagem conseguimos fazer combinações bem interessantes com ele e caminhos para jardim, mantendo a capacidade de drenagem de água.

Aqui a mão de obra também é um dos pontos negativos. A preparação do local de instalação é indispensável, já que para ficar nivelados com o restante da área eles necessitam ser assentados em um nível abaixo. Além da necessidade de cavar também precisamos aplicar areia na superfície para as peças se assentarem nela. Após instaladas vamos precisar adicionar terra entre seus vazados e plantar em cada um deles a grama.

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page